A “profecia” que assusta Catende

Mata Sul // Morador sonha que inundação vai atingir a cidade neste sábado e suposta tragédia divide opiniões no município
.
Marta Telles
martatelles.pe@dabr.com.br
.

Uma profecia vem causando rebuliço e dividindo a opinião dos moradores de Catende – uma das cidades da Mata Sul afetadas pela fúria das águas no dia 18 do último mês de junho. No município, o assunto principal não é mais a reconstrução. O que está tirando o sono de uns e virando o tema preferido de piadas dos mais céticos é o sonho que o oficial de Justiça Luiz Mário dos Santos, de 49 anos, teve. Enquanto dormia, o evangélico viu uma água barrenta e forte inundando dois pontos altos do município, locais que, até então, nunca foram atingidos pelas enchentes. Num outro sonho, apareceu a data da catástrofe: 7 de agosto. Seria uma premonição?

Alguns levam a “revelação” na galhofa. Outros acreditam que é uma temeridade espalhar um boato desses depois de tanta desgraça e acusam Luiz Mário de ser irresponsável. Muitos chamam o oficial de Justiça de louco e mentiroso. Frases como “ele merece uma pisa se não acontecer” são ouvidas frequentemente. Mas há uma grande parcela da população que acredita na “visão” do “profeta”, como também está sendo chamado. Essas pessoas garantem que vão ajudar a convencer os demais a retirarem os móveis e documentos das casas onde a “maior enchente da história do município vai passar”.

Luiz Mário preferia não ser chamado nem de profeta, nem de lunático. Ele diz que está apenas fazendo o papel que Deus lhe confiou. O evangélico não acreditava que o seu relato iria surtir tanto bafafá, muito menos que iria reverberar no Recife, distante 142 quilômetros de Catende. Durante a entrevista, fez questão de dizer que sua intenção não era aparecer. Até relutou um pouco em posar para as fotos, disse que não podia. Mas, “em nome da sua missão”, acabou aceitando. “Se o que sonhei acontecer, pelo menos eu estou tranquilo porque tornei o assunto público. E não vou fugir. Ficarei aqui no dia 7. Se não houver a enchente, estarei numa situação difícil, eu sei. Ficarei desacreditado, mas minha fé me leva para esta direção. Resolvi contar o sonho e evitar o pior”, defendeu.

Como toda previsão, o assunto chegou à Igreja, à Justiça e a outras entidades governamentais. Até o padre da Paróquia de Sant’Ana (Catende), Bráulio Lins, foi procurar Luiz Mário para saber do tal sonho. O padre teve que abordar o assunto durante a missa para acalmar as pessoas. “Muita gente está com medo. Se chover muito essa semana pode levar pânico à população. Não só em Catende, mas em toda a região. Todo dia liga gente para mim de Palmares, Barreiros e Água Preta. Eu tento acalmar. Digo que não acredito que vai acontecer, mas lembro que independentemente de previsão, se chover muito e a água começar a subir, todos devem sair de casa”, explicou.

Luiz Mário dos Santos afirma ter sonhado que dois pontos mais altos do município seriam atingidos pela enchente. Depois, ele teria sido informado sobre a data da tragédia: 7 de agosto Foto: Júlio Jacobina/DP/D.A Press

O pároco disse ainda que acredita em Luiz Mário, mas acha que ele se impressionou com a enchente de junho. “Ele é um homem sério, não demonstra sinais de perturbação. Está falando a verdade, disse com precisão que a enchente cobriria a cidade em mais três metros em relação à anterior, mas acredito que o sonho é produto da mente dele. Ele sonhou e codificou como revelação”, disse. O padre também pediu aos fiéis que respeitassem Luiz Mário, já que a revelação não é maldade. “Disse aos católicos que não usem ofensa ou violência contra ele, caso não aconteça a enchente”, ressaltou.

O juiz titular da comarca de Catende, Ailton Soares, convive com Luiz Mário há anos. Ele disse que não acreditava nas previsões do oficial de Justiça, mas, por enquanto, está levando o assunto na brincadeira, como todos do fórum. “Eu disse que era o primeiro a dar uma pisa nele. Mas, falando sério, acredito que o assunto tenha ficado no inconsciente dele. Eu até achava ele são, depois dessas teorias não sei mais”, contou o juiz. Soares disse ainda que a previsão poderia ser enquadrada como falso alarme ou provocação de pânico. Por ora, Luiz Mário está livre. Mas poderia ser preso. A julgar pela previsão do tempo no site do Climatempo, o oficial de Justiça vai passar por maus bocados. O sábado será de sol com muitas nuvens durante o dia e períodos nublados com chuva a qualquer hora. A descrição não chega nem próxima do dilúvio anunciado.

Fonte:DP net

About these ads
Por Jornal de Caruaru

Um comentário em “A “profecia” que assusta Catende

Escreva aqui, sua opinião sobre este assunto

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s